Um ano de Boneca Pensante

Todos os meus amigos vão discordar, mas eu juro que sou uma pessoa tímida! Prova disto é que, apesar de na maior parte do tempo ser uma pessoa super comunicativa, em outros  momentos a timidez é tamanha que causa estranhamento até a mim. Basta uma palavra mal colocada, uma situação pouco íntima, uma piadinha maliciosa, uma pergunta indiscreta, um elogio bem intencionado ou um simples olhar mais curioso e lá está Tássia Camila a  procurar o buraco mais próximo…

Timidez… Por mais que nós tímidos insistamos em superar nossos problemas comunicativos, eles sempre nos afetam! [como aquele pé machucado que todos pisam sem querer…]. O constrangimento ocorre; nos damos conta; ficamos vermelhos, amarelos, verdes, roxos; respondemos rapidamente qualquer besteira; tentamos mudar de assunto por um assunto completamente fora de contexto [ – ah, você viu aquela reportagem sobre a reprodução das formigas?] e, uma vez frustradas todas as tentativas, apelamos para a boa e velha lembrança daquele compromisso urgentemente inadiável [puts! Me lembrei agora que tenho que.. comprar… comprar… umas coisas urgentes no supermercado e não posso me atrasar de jeeeito nenhum!]. É amigos… vida de tímido não é fácil… No final a gente sempre sai se odiando por ter falado asneiras e ter feito tudo errado! As ultimas vezes que  passei  situções assim, foram por causa do blog.  Basta que alguém me fale que lê meu blog ou faça algum comentário sobre alguma coisa que eu escrevi para me deixar completamente sem chão.  Acho que o momento mais contrangedor da minha vida [haha… nada exagerado] foi quando encontrei com meu professor de história e ele disse que gostava do meu blog [ como assim??? Meu professor conhece meu blog?] depois do choque, não consigo recordar o que respondi, mas tenho certeza que foi alguma coisa bem idiota e, muito provavelmente, correu tudo muito parecido com a sequência de foras dos tímidos relatada a pouco. Não que eu não goste de elogios… muito pelo contrário, fiquei muito orgulhosa e feliz, mas meio desesperada para recordar se, entre meus posts, haviam muitas bobagens!

Todas as vezes que alguém comenta comigo sobre meu blog, confesso, me sinto meio dúbia: por um lado, fico muito contente e motivada a continuar e, por outro, meio preocupada por transparecer pensamentos ou situações cotidianas que revelam partes desintegradas do todo que representa minha vida. Talvez por este motivo, uma vez postado qualquer coisa, encaro aquilo como um post da Boneca pensante, como se, uma vez transcritas ao blog,  aquelas coisas deixassem de fazer parte de minha vida, dos meus pensamentos e passassem a compor uma narrativa distinta do meu mundo real, mas da qual compartilho. Para cada post transcrito há um turbilhão de possibilidades, de pensamentos, de ocasiões que o tempo, a falta de inspiração ou a  [falta de] coragem não permitiram transformar em post. Há exatamente um ano, quando decidi fazer um blog, tive muitos medos e receios… Alguns, o próprio ato de blogear superou; outros, ainda permanecem, mas não com o mesmo significado que antes: o que era medo, virou desafio e o que era desafio, virou rotina. Se já me preocupei com a forma, o conteúdo, em ser contida, hoje percebo que o improviso também faz parte da dinâmica e se em determinados momentos preferi não falar de meus sentimentos, minhas dores, meus amores, com o tempo descobri que existem muitas formas de se falar sobre diversas coisas sem, necessariamente, explicitá-las

Para finalizar [já que andaram reclamando do tamanho dos textos… rs], gostaria de agradecer aos amigos e conhecidos ou desconhecidos que, de algum modo, me deram apoio e estímulo para continuar blogeando e gostaria de fazer um agradecimento mais que especial a 3 pessoas que, de modo direto ou indireto, foram fundamentais nos momentos iniciais deste blog: a Felippe Ramos que me estimulou e me deu muita força para começar a escrever o blog [apesar de toda minha timidez] e que sempre teve a maior paciência de ler meus posts muitas vezes antes mesmo de postá-los; a Lucas Regan, meu amigo virtual, que apareceu de modo muito especial em momentos difíceis e que me iluminou com sua sabedoria, para que eu me abrisse mais aos meus sentimentos [eu sei que eu te prometi um post sobre algumas coisas e nunca cumpri diretamente, mas esta tem sido uma promessa que venho cumprido à prestação!] e a Carlos Vin Lo, meu amigo lindo que com seu fabuloso blog DPI foi uma divertida inspiração ao meu.

Para finalizar meeeesmo  gostaria de revelar algumas tímidas estatísticas [1 ano; 17 posts; 1696 visualizações; 61 comentários] e acrescentar que assim que entrar de férias, vou explorar meu amigo Fabinho [“cara de pau” hehehe] e fazer algumas melhorías no blog ..

Anúncios

9 comentários em “Um ano de Boneca Pensante

  1. Angelo disse:

    Me surpreendo cada vez que vejo um post publicado por minha filha Camila, porque
    além de uma sensibilidade que desconhecia, admiro pelas escolhas dos temas tantos sociais quanto pessoais, como a riqueza de expressões e relações digno de uma grande escritora!!!!

  2. michele Carvalho disse:

    Vc esqueceu de me agradecer, afinal eu que tenho que aturar sua encheção de saco para eu postar no seu blog……rsrrsrsrsrsr. Destes 61 comentários eu fui obrigada a comentar uns 10 pelo menos inclusive este…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Brincadeirinhas à parte, é sempre um grande prazer ler seus comentários, fico encantada como vc se desenvolveu na arte de escrever. Parabéns por um ano de blog, pelo menos vc teve a coragem que até hoje eu não tive!!!!!!!!!!!!!!

  3. gabriel disse:

    Embora eu não seja um dos leitores mais assíduos, gosto muito sempre que leio seus posts….
    Parabéns por uma ano de blog, que os próximos anos sua criatividade continue aflorada!!

  4. juan disse:

    Aee, 1 ano de blog.. parabens!
    Eu to gostando, ta cada vez melhor..
    Espere que continue, eu farei parte dos seguidores internacionais! 🙂
    e o tamanho dos textos me parece bom

  5. Fabinho ¬¬ disse:

    a gente poderia colocar aquela boneca lá para se mexer, fazer uma dancinha sei lá, tipo All the single Ladies! kkkkk… falando sério Tassinha, o blog está muito bom, gosto das coisas que escreve, gosto até de não gostar de algumas coisas, gosto até de sua timidez em dizer que é tímida! MODE SARCARSMO [ON], rs
    Gosto das outras coisas que me ensinou a (não) gostar também: filmes excêntricos, ligar pra você e nunca te encontrar, te encontrar depois e dizer que ligo pra você e nunca te encontro e ver você tentando arrumar uma desculpa, rs, vegetarianismo (continuo não gostando, mas por culpa sua me pego “perdendo tempo” tentando fazer uma receita legal com os malditos vegetais, rs), etc….

    Agora o que realmente importa: sabe que por qualquer 1000 reais pode contar comigo pra fazer o site até falar, kkkkkkkk, brincadeira Tassinha!!! te adoro.

  6. Felippe disse:

    Parabéns pelo blog. Me faz ficar saudoso dos tempos em que eu fazia 27 posts por mês. Agora meu blog está abandonado e solitário… 😦

    Mas um bom blog sempre nos anima, como o seu. Pode contar comigo sempre para te ajudar no que for preciso.

  7. mariettabarreto@yahoo.com.br disse:

    Tassinha!!! Seu blog é show, pois toda vez que apareço por aqui me identifico com que leio. Esse de comemoração entãooo…me sinto contemplada, pois o meu blog, esta quase fazendo um aninho também. Fico super feliz, quando um blogueiro (a) desconhecido comenta algo, diz que gostou. Tem um post meu que divulguei via e-mail p/ uma prima e ela espalhou na cidade do interior que sou oriunda. Daí, quando chego lá é gente me abraçando, dizendo que leu, que gostou. O reconhecimento é muito gratificante,rs. Mesmo para nós tímidas (meus amigos tb podem não concordar com isso,rs!).

    Adoro sua escrita (já disse isso), a forma do desencadear das ideias (acho que também já disse isso)…e sua pessoas de modo geral, aqui no blog, pessoalmente, enfim…Beijão Bonecaaa…e mais posts sempre!!!

  8. Reagan disse:

    Ola, obrigado pelo reconhecimento. Não imaginei que esse tal insentivo fosse tão importante. Lendo seu post me perguntei novamente, pois ja havia pensado nisto…Por que as pessoas cruzam nosso caminho, de repente saem, expulsas, nos expulsam…ou simplismente saem…Não acredito em acaso, tudo tem sua hora, seu momento. Da mesma forma que considerou importante este tal apoio, achei importante o fato de ter te ajudado, e do que te disse, ate hoje esta la no seus recados. Um desconhecido as vezes nos surpreendem…Porque? Não sei! Rsdrsrsrsrsrs…felicidades! Beijos!

  9. Márcio Breno disse:

    Saudações à boneca mais pensante desse país!

    Parabéns por um ano de blog. Que você continue superando sua timidez (que eu particularmente acho um charme haha) e escrevendo inúmeras reflexões sobre os mais variados temas para o deleito dos seus humildes seguidores.

    Vida longa ao “boneca pensante”.

    Grande beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s